Efeito camera de vigilância

terça-feira, 19 de junho de 2012

SIMULADO-SAEB/SPAECE 9° ANO LlNGUA PORTUGUESA 2012.8


As questões 1 a 3 referem-se ao texto a seguir.





                                        A VOLTA DO GUERREIRO


        Os homens que voltaram da guerra traziam feridas e pesadelos. Encontraram suas


amadas indiferentes. Passara tanto tempo que algumas nem se lembravam deles, e muitas tinham estabelecido novos amores.


         Uma, entretanto, permaneceu lembrada e fiel, e atirou-se com fúria passional aos braços do ex-guerreiro. Ele a repeliu, dizendo:


        ― Não quero mais ver a guerra diante de mim.


        ― Eu não sou a guerra, sou o amor, querido ― respondeu-lhe a mulher, assustada.


         ― Você é a imagem da guerra, você me agarrou como o inimigo na


luta corpo a corpo, eu não quero saber de você.


        ― Então farei carícias lentas e suaves


        ― O inimigo também passa a mão de leve pelo corpo do soldado


caído, para tirar o que houver no uniforme.


       ― Ficarei quieta, não farei nada.


      ― Não fazer nada é a atitude mais suspeita e mais perigosa do


inimigo, que nos observa para nos atacar à traição.


Separaram-se para sempre.


                                       Fonte do texto:                      


                                                            http://www.algumapoesia.com.br/drummond/drummond37.htm


                                                          Fonte da imagem http://amigaschetas.blogspot.com/2010/09/coracoes-separados.html:


QUESTÃO 1


Em “Uma, entretanto, permaneceu lembrada e fiel...” (linha 4-5), a palavra sublinhada pode ser substituída, sem alteração do sentido original ou incoerência da frase, por:


(A) mas.


(B) pois.


(C) porquanto.


(D) contudo.





QUESTÃO 2


“― Eu não sou a guerra, sou o amor, querido ― respondeu-lhe a mulher, assustada.” (linha 7)


Sobre o trecho em destaque é correto afirmar que


(A) a omissão da última vírgula não altera o sentido original do texto.


(B) a última vírgula é usada para atribuir um estado temporário à mulher.


(C) o adjetivo “assustada” é uma característica permanente da mulher.


(D) o adjetivo “assustada” poderia ser deslocado para antes de “mulher”, sem alteração de sentido.


QUESTÃO 3


Em “Ele a repeliu...” (linha 5), a palavra sublinhada possui valor semelhante a


(A) rejeitou.


(B) abraçou.


(C) avizinhou.


(D) aconchegou.



QUESTÃO 4


                                               “Está morto: podemos elogiá-lo à vontade.”


                                                                                                                (Machado de Assis)


                                                                                                              Fonte do texto: http://pensador.uol.com.br/frase/MjYxMg/





Após a leitura da frase anterior, é possível afirmar que


(A) os defeitos são esquecidos com a morte.


(B) o elogio só acontece após a morte.


(C) o elogio é sempre uma atitude mentirosa.


(D) a morte apaga todas as dores do passado.

QUESTÃO 5


                                          “Nosso amor é tão bonito,


                              ela finge que me ama e eu finjo que acredito.”


                                                                            Fragmento


                                                                           Nelson Sargento


                                                                        Fonte do texto: http://www.vagalume.com.br/nelson-sargento/falso-amor-sincero.html


                                                                        Fonte da imagem: http://www.christies.com/lotfinder/lot_details.aspx?intObjectID=5316926





A palavra que poderia resumir esse texto é


(A) amor.


(B) sofrimento.


(C) bondade.


(D) falsidade.


QUESTÃO 6


              "Se chovesse felicidade, eu lhe desejaria uma tempestade. Feliz Ano Novo!"


                                                                                                 (Autor desconhecido)


                                                                                              (Fonte: http://www.sitequente.com/frases/ano-novo.html)





Nesse texto, a palavra sublinhada pode ser entendida como


(A) pouca felicidade.


(B) média felicidade.


(C) muita felicidade.


(D) nenhuma felicidade.





QUESTÃO 7


“As pessoas estão tão preocupadas sobre o que elas comerão entre o Natal e o Ano-Novo, mas elas realmente deveriam estar preocupadas sobre o que elas comem entre o Ano-Novo e o Natal.”


                                                                                                                              (Autor desconhecido)


                                                                                                            Fonte: http://www.sitequente.com/frases/ano-novo.html


Esse texto permite dizer que


(A) as pessoas comem muito nos primeiros meses do ano.


(B) o Natal e o Ano-Novo são festas em que não se come muito.


(C) entre o Natal e o Ano-Novo a alimentação deveria ser mais controlada.


(D) o mais importante é comer bem entre o Ano-Novo e o Natal.





QUESTÃO 8


              "Se chovesse felicidade, eu lhe desejaria uma tempestade. Feliz Ano Novo!"


                                                                                                                                                                     


                                                                                                             (Autor desconhecido)





O vocábulo em negrito indica


(A) certeza.


(B) hipótese.


(C) segurança.


(D) desejo.


QUESTÃO 9





            INCIDÊNCIA DE RAIOS EM DUQUE DE CAXIAS DOBRA NOS ÚLTIMOS ANOS


A probabilidade de um raio cair duas vezes no mesmo lugar é cada vez maior em Duque de Caxias.





         A principal causa é a urbanização. Estudo ainda inédito do Grupo de Descargas Atmosféricas do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) revela que,


entre 2009 e 2010, a incidência de raios sobre solo caxiense quase dobra.


        Como raios estão associados a tempestades, a urbanização pode ser apontada como responsável pelo aumento, já que o calor exalado pelo concreto das construções propicia a formação de chuvas.


        A cidade de Duque de Caxias ocupa atualmente o Sétimo Lugar no Ranking Estadual e Décimo sexto no Ranking Geral, a cidade teve um aumento de 97% na incidência de Raios por Km².


        Os resultados podem contribuir diretamente com a prevenção e proteção, assim comogerar informações úteis para o setor elétrico e, consequentemente, para a sociedade.


                               (Fonte: http://duquedecaxias.net.br/Meio-Ambiente/incidencia-de-raios-em-duque-de-caxias-dobra-nos-ultimos-              


                                                        anos-1687.html – com adaptações)





Após a leitura do texto, é possível afirmar que


(A) os raios não estão associados a tempestades.


(B) a urbanização diminui a quantidade de raios e tempestades.


(C) em 2008 choveu muito, pois a ocorrência de raios era maior.


(D) o aumento dos raios é uma consequência da urbanização.


QUESTÃO 10





CONGRESSO INTERNACIONAL DO MEDO


Provisoriamente não cantaremos o amor,


que se refugiou mais abaixo dos subterrâneos.


Cantaremos o medo, que esteriliza os abraços,


não cantaremos o ódio porque esse não existe,


existe apenas o medo, nosso pai e nosso companheiro,


o medo grande dos sertões, dos mares, dos desertos,


o medo dos soldados, o medo das mães, o medo das igrejas,


cantaremos o medo dos ditadores, o medo dos democratas,


cantaremos o medo da morte e o medo de depois da morte,


depois morreremos de medo


e sobre nossos túmulos nascerão flores amarelas e medrosas.


                                                                                                Carlos Drummond de Andrade


                                                                                                 Fonte: http://www.memoriaviva.com.br/drummond/poema015.htm





Podemos afirmar que o tema desse poema é


(A) o sentimento de medo que nos paralisa.


(B) o medo gerado pela insegurança das ruas.


(C) o medo de que - um dia - morreremos.


(D) o medo de morrer de medo.


QUESTÃO 11


TEXTO I

MEDO DE AMAR E O MEDO DE SER LIVRE

O medo de amar é o medo de ser
livre para o que der e vier
livre para sempre estar
onde o justo estiver
O medo de amar é medo de ter
de todo momento escolher
com acerto e precisão
a melhor direção

O sol levantou mais cedo e quis
em nossa casa fechada entrar - pra ficar

O medo de amar é não arriscar
esperando que façam por nós
o que é nosso dever - recusar o poder

O sol levantou mais cedo e cegou
                 Fonte:
                http://medodeamareomedodeserlivre.betoguedes.letrasdemusicas.com.br/
TEXTO II

CONGRESSO INTERNACIONAL DO MEDO

Provisoriamente não cantaremos o amor,
que se refugiou mais abaixo dos subterrâneos.
Cantaremos o medo, que esteriliza os abraços,
não cantaremos o ódio porque esse não existe,
existe apenas o medo, nosso pai e nosso
companheiro,
o medo grande dos sertões, dos mares, dos
desertos,
o medo dos soldados, o medo das mães, o medo
das igrejas,
cantaremos o medo dos ditadores, o medo dos
democratas,
cantaremos o medo da morte e o medo de depois
da morte,
depois morreremos de medo
e sobre nossos túmulos nascerão flores amarelas
e medrosas.
                                                       Carlos Drummond de Andrade
                                      Fonte:    
                       http://www.memoriaviva.com.br/drummond/poema015.htm





Pode-se afirmar que os dois textos apresentam em comum


(A) o medo, que é normal quando se ama.


(B) a temática da desilusão amorosa.


(C) o sentimento do amor como assunto.


(D) o medo, que faz parte da natureza humana.


 QUESTÃO 12





TEXTO I


                                                QUE CHEIRO É ESSE?


         Mau hálito é uma coisa tão chata, né? E todo mundo sofre desse mal... Pelo menos ao acordar! Mas por que será que isso acontece?


       Talvez você não tenha percebido, mas quando estamos dormindo, quase não salivamos e,com tão pouco movimento, nem é preciso dizer que as bactérias se sentem em casa!


       Pois bem, quando esses micro-organismos chatinhos entram em ação, ou melhor,


aumentam a ação dentro da nossa boca, acabam produzindo


compostos com um cheiro pra lá de ruim! A metilmercaptana e o


dimetilsulfeto são alguns exemplos, mas o principal e mais terrível de


todos é de longe o sulfidreto: ele tem cheiro de ovo podre, eca! Esses


compostos recebem o nome de CSV (Compostos Sulfurados Voláteis).


       Para acabar com o horroroso bafo matinal, nada melhor do que


uma boa escovada nos dentes e na língua. Mas... e se o danado


persistir?


                                                                                                                                 


                                                       http://www.canalkids.com.br/higiene/vocesabia/janeiro03.htm





TEXTO II


                                O BAFO PODE SER UM PROBLEMA...


         Um simples bafinho incomoda muita gente, mas o mau hálito contínuo


incomoda muito, muito mais!


        A halitose, nome científico do problema, atinge um montão de pessoas


por estas bandas: uma pesquisa mostrou que 4 em cada 10 brasileiros sofrem


desse mal...


        O pior é que muita gente nem sonha que está com o problema: elas não


conseguem perceber o próprio "bafo"! Apenas quem tem períodos de halitose


e períodos de normalidade sabe o que se passa dentro de suas bocas.


       Mais de 90% dos casos de halitose são de origem bucal: uma das causas mais comuns é a diminuição de saliva, provocada grande parte das vezes pelo estresse e por alguns medicamentos. Isso sem contar os longos períodos em jejum, portanto, nada de ficar sem comer por muito tempo!


                                                                                                                   


                                                              Fonte:http://www.canalkids.com.br/higiene/vocesabia/janeiro03.htm





Após a leitura dos textos I e II, é possível afirmar que ambos


(A) utilizam uma linguagem específica do público infanto-juvenil.


(B) tratam as causas de um problema do público adulto.


(C) apresentam a mesma causa para o mau hálito.


(D) afirmam que é difícil sentir o próprio mau hálito.





QUESTÃO 13


                       XIXI AJUDOU A DESCOBRIR UM ELEMENTO QUÍMICO!


        Quem diria que o fósforo iria ser descoberto graças ao...


xixi? Pois é, essa história se passou em 1669 na cidade de


Hamburgo, lá na Alemanha, com o químico Henning Brand.


        Henning era chamado de "O Último dos Alquimistas" por


nunca ter deixado de buscar a Pedra Filosofal: diziam que essa


pedra transformaria qualquer metal em ouro!


        Esse químico persistente pode não ter encontrado a tal


Pedra, mas descobriu o fósforo! Como? Ele encheu 50 baldes de


xixi e os deixou apodrecer. Eca! O pior é que, depois de um tempo, os baldes começaram a criar vermes (mais "eca!") e Henning resolveu ferver tudo aquilo... Uma pasta branca começou a ser formada e, então, ele esquentou a mistureba com areia para finalmente destilar (deixar cair gota a gota).


        O novo elemento brilhava no escuro, e por isso foi chamado de fósforo: é que, em grego, Phosphorus quer dizer "o que traz a luz".


                                                                                                                          


                                                                    http://www.canalkids.com.br/higiene/vocesabia/janeiro03.htm





O sentido da expressão “é que”, em destaque no texto (linha 13), pode ser observado em:


(A) Como choveu, não fui à pracinha.


(B) Ora, que melhora.


(C) Eu que não vou lá.


(D) Que lindo dia!





QUESTÃO 14


                                                         CINDERELA


                                                               (Fragmento)


          Era uma vez um senhor viúvo que tinha uma filha a quem amava muito. Ele decidiu casar-se novamente com uma viúva que tinha duas filhas.


        O pobre homem morreu, deixando sua filha desolada. No


entanto, a madrasta e suas filhas ficaram felizes com a herança.


As três mulheres invejavam a beleza e a bondade da


moça. Então a converteram em sua criada, e a chamavam


Cinderela. Cinderela lavava, limpava, passava e cozinhava.


[...]


                                                                                                                                   


                                                             http://pensador.uol.com.br/contos_de_pierrot_e_colombina/





Nesse texto, pode-se afirmar que a palavra “pobre” deve ser compreendida como


(A) uma característica própria de alguém sem recursos financeiros.


(B) uma situação que não permite a compra de tudo o que se precisa.


(C) um termo muito usado para se dizer que se tem pena de alguém.


(D) uma forma de definir que pessoa está necessitando de dinheiro.





QUESTÃO 15


                                                  DIETA EMBARCADA


         Pedro Álvares Cabral chegou ao Brasil na época em que os navegadores saíam com suas embarcações em busca de novos territórios. Essas viagens duravam muitos meses. Era comum que os tripulantes adoecessem por falta de alimentos de origem vegetal.


       Leia, a seguir, um texto que conta um pouco dessa história:


       “Durante essas travessias, meses e meses na solidão do mar, o cardápio atendia praticamente menos à nutrição que à manutenção vital.


        Carne seca salgada, peixes em salmoura (sal), guardados em barril, algum vinho (...), vinagre,sal, cebola ou alho, condimentadores, e o biscoito, conduto essencial e único. Nas raras vezes em que traziam pão, este abolorecia (estragava) com certa rapidez, fazendo-se intragável. Ausência de frutas, legumes e doces...”


                                                                                                               CASCUDO, Luís Câmara. História da alimentação no Brasil.   


                                                                                                              





Pela leitura atenta do texto, podemos afirmar que o uso do pronome ESTE (linha 9) é justificado


(A) por estar próximo ao autor do texto: Luis Câmara Cascudo.


(B) por substituir um termo que ainda será identificado.


(C) para evitar a repetição do termo já citado.


(D) por não sabermos se era pão francês, doce ou de outro tipo.





QUESTÃO 16





                                               COM A PALAVRA


        Littera scripta manet - a palavra escrita permanece, profetizou Horácio na Roma Antiga de quase 2000 anos atrás. O espantoso é que, às vésperas do terceiro milênio, com a revolução digital em plena ebulição, a palavra escrita continua de pé, revigorada pela nova tecnologia. Apesar das várias roupagens inovadoras que a mídia vem experimentando, a palavra escrita não foi destronada da posição central que ocupa em nossas vidas. Fala-se com arroubo sobre os inesgotáveis recursos de novas tecnologias, como o vídeo ou a realidade virtual, mas qualquer reflexão sobre o tema invariavelmente orbita em torno da matéria-prima desta página - o texto. Na verdade, a palavra escrita não apenas permanece – ela floresce como trepadeira nas fronteiras da revolução digital. A exploração de mensagens via correio eletrônico constitui o maior surto de correspondência já visto desde o século XVIII.


        Hoje, o mais novo desafio dos "infonautas" - os astronautas da informática - é justamente inundar o espaço cibernético com zilhões e zilhões de gigabytes de devaneios no novo alfabeto mundial, o ASCII (código criado em 1968 nos Estados Unidos para padronizar os caracteres usados entre as redes de computadores).


                                                                                                                                                                             


                                                                                                                      Paul Saffo





O motivo que causa espanto no autor do texto é


(A) o mais novo desafio dos “infonautas” não ser capaz de extinguir a palavra escrita.


(B) a invenção de um código para padronizar os caracteres usados na internet.


(C) a revolução digital estar em plena ebulição.


(D) a constatação dos inesgotáveis recursos de novas tecnologias.


QUESTÃO 17





                                    CHOCOLATE: UMA DOCE HISTÓRIA


        Imagine a surpresa dos navegadores espanhóis quando chegaram pela primeira vez à região do México, no final do século 15: eles, que vinham todos pimpões e metidos, achando que a Europa era o centro do mundo e que na América só existiam selvagens e feras, deram de cara com o Império Asteca!





       Era uma civilização super desenvolvida cuja capital, Tenochtitlán, era bem maior do que qualquer cidade europeia da época!





       E não era só de arquitetura que os Astecas entendiam não: eles também desenvolveram técnicas agrícolas incríveis (foram eles que inventaram a irrigação!), um tipo de escrita bem legal,faziam cerâmicas lindas e conheciam o chocolate!





       Se você já está se sentindo eternamente grato aos astecas por terem inventado o chocolate, pode parar um pouquinho: ninguém sabe exatamente quando surgiu essa guloseima irresistível. Mas é provável que a primeira civilização a prová-la tenha sido a dos Olmecas, um povo que viveu no mesmo lugar que os Astecas, mas vários séculos antes.





       E, antes de chegar às mãos (e ao estômago!) dos Astecas, o chocolate ainda teve que passar pelas civilizações Maia e Tolteca, que também moravam na mesma região.


       Ou seja, o chocolate nasceu no México, e seu consumo foi sendo transmitido e aprimorado através de várias civilizações, chamadas de pré-colombianas, porque habitavam a América antes da chegada do Cristóvão Colombo.





       Mas uma coisa você tem mesmo que agradecer aos Astecas: foi por causa deles que as sementes de cacau embarcaram em uma longa viagem para a Europa, e lá se transformaram no chocolate como a gente conhece hoje.


                                                                                                


                                                          http://www.canalkids.com.br/alimentacao/chocolate/mexicano.htm





Ao se fazer a análise do trecho “Imagine a surpresa dos navegadores espanhóis...”, pode-se afirmar que o motivo de tamanha surpresa foi





(A) a descoberta do chocolate, guloseima irresistível.


(B) a invenção de uma escrita bem legal.


(C) a criação de lindas cerâmicas feitas pelos Astecas.


(D) a descoberta de que havia uma civilização bem desenvolvida na América.





QUESTÃO 18


                                               UM REINO NADA CHEIROSO...


        Quem já vasculhou a área de higiene, deve saber da história de um rei porcão chamado


Luís XIV... Mas não pense que ele era o único a ter uma certa cisma com banhos, não!


        Luís XIII, um outro rei francês, foi tomar seu primeiro banho quando já tinha 7 anos de


idade! É que, naquela época, as pessoas acreditavam que a água amolecia nosso corpo e impediao nosso crescimento.


         Mas será que os "súditos de Luís XIII, Luisinhos XIII eram"? Bom, acredite se quiser; mas,durante um ano de seu reinado, a população de 700 mil habitantes, tinha tomado apenas 600 milbanhos! Sabe o que isso significa? Em média, cada habitante tomou menos de um banho durante um ano! Imagine o cheiro que pairava sobre as cidades?


                                                                                                           


                                                          http://www.canalkids.com.br/higiene/vocesabia/janeiro03.htm


O sentido da expressão “é que” (linha 5) pode ser substituído, sem nenhum prejuízo de significado, pelo termo sublinhado em


(A) Cumprirei meu dever, ainda que todos me critiquem.


(B) Todos já saíram, portanto não há como deixar o recado.


(C) Assim que saí da escola, a chuva começou.


(D) Fiz a prova com facilidade, já que estudei bastante.








QUESTÃO 19


                                                      


Em relação ao texto I da questão 12 responda: Nesse texto, a utilização da expressão “ou melhor” (linha 5) tem como objetivo


(A) confirmar o que foi dito anteriormente.


(B) corrigir o que foi dito anteriormente.


(C) complementar a afirmativa anterior.


(D) adicionar uma informação ao que já havia sido declarado.





QUESTÃO 20


                                             COM QUE ROUPA?


Agora vou mudar minha conduta,


eu vou pra luta


pois eu quero me aprumar


Vou tratar você com a força bruta,


pra poder me reabilitar


Pois esta vida não está sopa


e eu pergunto: com que roupa?


Com que roupa que eu vou


pro samba que você me convidou?


Com que roupa que eu vou


pro samba que você me convidou?


Agora, eu não ando mais fagueiro,


pois o dinheiro não é fácil de ganhar


Mesmo eu sendo um cabra trapaceiro,


não consigo ter nem pra gastar


Eu já corri de vento em popa,


mas agora com que roupa? Com que roupa que eu vou


pro samba que você me convidou?


Com que roupa que eu vou


pro samba que você me convidou?


Eu hoje estou pulando como sapo,


pra ver se escapo


desta praga de urubu


Já estou coberto de farrapo,


eu vou acabar ficando nu


Meu paletó virou estopa


e eu nem sei mais com que roupa


Com que roupa que eu vou


pro samba que você me convidou?


Com que roupa que eu vou


pro samba que você me convidou?


                                                  Composição: Noel Rosa


                                                       http://letras.terra.com.br/noel-rosa-musicas/125756/





No trecho: “Agora, eu não ando mais fagueiro, pois o dinheiro não é fácil de ganhar”, (linhas 12-13). A oração em destaque estabelece em relação à oração anterior uma ideia de:


(A) comparação.                 (B) causa.            (C) tempo.                   (D) condição.



5 comentários:

  1. vc pode me passar o gabarito? Estou trabalhando c meus alunos tbm!

    ResponderExcluir
  2. Ei amiguinha recebeu? Me retorne, conto com você COMO SEGUIDORA!! Valeu, to sempre aqui..

    ResponderExcluir
  3. Olá professor, estou também trabalhando questões do Spaece.. por isso estou pegando todo material possivel para trabalhar com meus alunos, por isso estou pedindo o gabarito das provas (inclusive dessa) que você postou aqui.. e também quero parabenizar a sua iniciativa em compartilhar essas atividades

    ResponderExcluir
  4. Professor, seu blog é excelente, gostaria de receber o gabarito deste simulado!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir